Dr. Mario Celso Schmitt

Home

Refluxo

09/07/2019

O refluxo acontece quando o alimento volta do estômago para o esôfago e costuma ser comum em bebês, pois o mecanismo que faz com que o alimento retorne para o esôfago ainda está em desenvolvimento. Ele vai desaparecendo conforme a criança vai crescendo e ingerindo alimentos mais sólidos.

Geralmente os pais não precisam se preocupar, somente se a criança apresentar os seguintes sinais: dor, irritabilidade, recusa de alimentos, regurgitação frequente, vômitos e um ganho de peso baixo. Este é chamado de refluxo gastroesofágico patológico.

Conforme estudo da Universidade Northwestern, em Chicago (EUA), os bebês apresentam picos de refluxo em torno de 4 meses, quando começam a se movimentar de forma mais intensa.

Para amenizar os episódios de refluxo, você pode fracionar as mamadas do bebê, deixa-los em posição vertical, inclusive o berço deve estar erguido 24 horas por dia e coloca-los para arrotar logo após a mamada. Já para as crianças maiores, o ideal é evitar alimentos gordurosos, ácidos e apimentados, evitando exageros nas refeições.
No caso do refluxo gastresofágico patológico, você deve consultar um pediatra. 

Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário