Dr. Mario Celso Schmitt

Home

AS CRIANÇAS E A INTERNET

15/06/2015

AS CRIANÇAS E A INTERNET
Como educar seus filhos para o uso seguro da Internet


Dados de uma pesquisa realizada pela AVG Technologies em 2014 apontam que 97% das crianças brasileiras, entre 6 e 9 anos, já usaram a web e, 54% destas estão no Facebook, sendo que a idade de adesão para a rede social citada é 13 anos.

Há que se dizer que a Internet pode proporcionar às crianças excelentes oportunidades de aprendizado e comunicação. Paralelamente, também pode oferecer vários perigos, principalmente se não há por parte dos pais ou responsáveis o devido acompanhamento.

O volume de conteúdo e publicidade divulgados através da Rede é expressivo e as crianças não têm capacidade para julgar e estabelecer o que é bom ou ruim. Elas são alvos fáceis de criminosos, são facilmente enganadas e podem passar seus dados pessoais via Internet. 

Se a internet disponibiliza uma série de recursos benéficos às crianças então cabe aos pais o acompanhamento para mostrar o que é certo e o que é errado.

É importante lembrar, que no caso das redes sociais, a adesão da criança pode resultar na responsabilização criminal dos pais por falsa identidade. Alguns especialistas recomendam que tal situação possa ser administrada através da criação de perfis cogeridos, criados por pais em nome da criança e com conteúdo regulado pelos responsáveis.

Como educar seus filhos para o uso seguro da Internet
O Movimento Internet Segura oferece algumas ideias que podem ajudar os pais na tarefa:

- Desfrute da Internet com seus filhos. Conhecer a Internet é a melhor forma de ajudar seu filho a evitar suas perigosas armadilhas. Seu filho respeitará conselhos dados com conhecimento de causa, mas os rejeitará se ele perceber que você não conhece o assunto.

- Ensine seus filhos a confiar em seus instintos. Se algo on-line os deixa nervosos, eles devem dizer isso a você.

- Se seus filhos visitam salas de bate-papo, utilizam programas de mensagem instantânea, jogos on-line ou outras atividades na Internet que solicitam login e senhas para identificação, ajude-os a escolhê-lo e certifique-se de que ele não revele nenhuma informação pessoal.

Insista para que seus filhos nunca divulguem seu endereço, número de telefone, escola onde estudam ou qualquer outra informação pessoal.

- Ensine seus filhos a diferença do que é bom e do que é ruim na Internet e compare com situações do mundo real.

- Mostre aos seus filhos como respeitar os demais, on-line. Certifique-se de que eles saibam que as regras de bom comportamento não mudam somente porque estão em uma máquina.

- Insista para que eles respeitem a propriedade dos outros que estão on-line. Explique que realizar cópias ilegais do trabalho de outras pessoas (música, vídeos, jogos e outros programas) é roubo.

- Diga aos seus filhos que eles nunca devem marcar um encontro pessoal com amigos virtuais. Explique que os amigos on-line podem não ser quem dizem que são.

- Ensine a eles que nem tudo o que lêem e vêem on-line é verdade. Estimule-os a perguntarem se não estão seguros.

- Controle a atividade on-line dos seus filhos. Já existem aplicações que poderão ajudar você a filtrar conteúdo prejudicial e supervisionar os sites em que seu filho navega e o que ele faz neles.

 

1.     

Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário