Dr. Mario Celso Schmitt

Home

Alimentação saudável na infância: Dicas e informação


Warning: mktime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: mktime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93
29/06/2018

É extremamente relevante lembrar da importância da alimentação para as crianças, principalmente nas primeiras fases, onde acontece a introdução de alimentos na dieta do bebê. Nesta fase as crianças buscam descobrir sabores e texturas, o que pode gerar até mesmo um risco se a mesma não for balanceada. Vale lembrar que hoje as doenças como obesidade são as que mais afetam crianças e adolescentes. Cuidar da alimentação do seu filho, além de gerar qualidade de vida, evita doenças futuras.


Recentemente, as presidentes dos Departamentos Científicos de Nutrologia e de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), drs. Virgínia Weffort e Elsa Giugliani, produziram o artigo “Alimentação saudável na infância e adolescência”, levantando o tema com o objetivo de gerar um alerta aos pais e pediatras sobre a alimentação na infância.


A população brasileira encontra-se num momento de transição do ponto de vista demográfico, social, epidemiológico e nutricional. Por ser uma fase de transição, coexistem hoje problemas antigos não resolvidos e problemas das sociedades mais ricas, tais como excesso de consumo de alimentos ultraprocessados, usualmente muito calóricos. Observa-se maior acesso a alimentos e bens de consumo em geral, o que leva à “epidemia” de doenças crônico-degenerativas como sobrepeso/obesidade, hipertensão arterial, diabetes mellitus, entre outras”, diz trecho do artigo.


Segundo as autoras, na pediatria as ações da puericultura são voltadas principalmente para os aspectos de prevenção e de promoção da saúde, atuando no sentido de manter a criança saudável para garantir seu pleno desenvolvimento, para que atinja a vida adulta sem influências desfavoráveis e problemas trazidos na infância.


Separamos 3 dicas para garantir uma alimentação saudável e balanceada para crianças:

  1. Experimente o método BLW: Nos primeiros contatos com alimentos é normal os pais optarem por este método como aproximação de alimentos saudáveis para a criança. Tem o intuito de oferecer os alimentos preferencialmente in natura em vez de preparar papinhas, além de posicionar a criança sentada de uma forma que ela possa interagir com os alimentos na hora das refeições.
  2. Evite alimentos com açúcar: Recentemente a American Heart Association (EUA) decidiu reduzir a recomendação de ingestão diária máxima de açúcar adicionada à alimentação infantil durante a infância (2 a 18 anos) de 50 gramas (cerca de 12 colheres de chá) para 25 gramas (6 colheres de chá). 
  3. Ofereça alimentos de diferentes grupos de nutrientes: Organize a alimentação do seu filho com o “prato colorido”, o qual deve conter carboidratos, gorduras e proteínas, presentes em legumes, carnes e ovos. Ainda, durante a infância, deve-se evitar o uso de muito óleo no preparo dos alimentos, assim como o consumo de gorduras saturadas e o excesso de sal e açúcar.
Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário