Dr. Mario Celso Schmitt

Home

A CRIANÇA SE CORTOU? SAIBA O QUE FAZER


Warning: mktime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: mktime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/mariocel/public_html/shared/inc/functions.php on line 93
26/01/2017

Primeiro passo, mantenha a calma! A maioria das crianças são muito ativas e por isso mesmo estarão mais suscetíves a quedas, cortes e ferimentos.  Aprenda a avaliar a gravidade do machucado e saiba o que fazer caso ele esteja sangrando demais, desde os mais superficiais até lesões mais profundas:

É possível evitar?

Além das óbvias facas e tesouras, pregos, vidros, espelhos e porcelanas devem ficar fora do alcance dos pequenos. Redobre a atenção quando o bebê começar a engatinhar: pisos cortantes, como os de ladrilho, representam ameaça. Brincadeiras com cães exigem supervisão, já que mordidas e arranhões podem ser sérios, com probabilidade de infeccionar. Muito cuidado também com cadeiras que podem ser escaladas e degraus.

 

Qual o passo a passo?

Lave bem o local do machucado com água corrente e sabão, de preferência neutro, para diminuir os riscos de infecção. Também vale usar soro fisiológico. Depois, pressione o local com uma toalha limpa para estancar o sangramento, que deve parar em até cinco minutos. Caso contrário, procure um médico. Áreas como supercílios e couro cabeludo costumam sangrar bastante, mas nem sempre isso é sinônimo de corte muito profundo. Recorra a um especialista se você observar um caco de vidro ou outro material no local do corte. Atenção: nada de tentar retirá-lo por conta própria. A tentativa pode agravar a situação.

 

É grave? Sinais que ajudam a identificar:

Além do sangramento, observe o tamanho, a profundidade e o local da lesão para saber se é preciso levar seu filho ao hospital. As áreas mais preocupantes são as muito vascularizadas, como pulsos, virilha e pescoço. Regiões com menos gordura, como mão e pé, também são vulneráveis, por terem uma camada de pele mais fina. Para se certificar sobre a profundidade do ferimento, observe se suas bordas estão separadas, ou seja, se ele está muito aberto. Nesses casos, um médico deve avaliar se é necessário dar ponto ou outro procedimento, como uma espécie de colagem do tecido. O Dr. Mário Celso Schmitt alerta para que se a criança tiver se cortado com um objeto enferrujado e não estiver devidamente vacinada contra tétano, é indicado imunizá-la e administrar um soro antitetânico.

 

E o curativo?

Se o corte for superficial, basta fazer a assepsia e deixar a área respirar para cicatrizar. Curativos adesivos ou gaze com esparadrapo aumentam a umidade no local e prejudicam a recuperação. Só cubra o machucado quando o seu filho for brincar no parquinho, por exemplo, para proteger a região, ou se a roupa dele estiver promovendo atrito. Também dê preferência a curativos porosos. Remédios antissépticos aceleram o processo de cura, assim como sabonetes líquidos à base de clorexidina, que ajudam a combater infecções.

 

 

 

 

 

Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário